Rede de Atenção Psicossocial – 2014

30

Auditoria Operacional

Resumo

A presente auditoria foi realizada no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde do Distrito Federal, tendo como objeto a qualidade dos serviços da Rede de Atenção Psicossocial – RAPS.
Nesse contexto, a fiscalização buscou avaliar se a RAPS está satisfatoriamente organizada; se promove a reinserção social dos usuários; e se a infraestrutura disponível é suficiente para o adequado atendimento dos usuários.
Como resultado, foram constatados os seguintes achados:
1. Reduzida implementação e desatualização do Plano Diretor de Saúde Mental do DF;
2. Baixa destinação de recursos para operacionalização das unidades de saúde mental;
3. Inadequada organização institucional;
4. Inadequada circulação de pacientes e informações;
5. Insuficiência nos quantitativos de unidades voltadas para o atendimento;
6. Inadequação das unidades para o pleno atendimento;
7. Manutenção e conservação precárias;
8. Deficiências na gestão de pessoas;
9. Baixa implementação de programas de reinserção social; e
10. Custeio centralizado das oficinas terapêuticas.

  Clique aqui para acessar/baixar relatório

Relatório-Final-e-Decisão-1017-14