GESTÃO DO NOVO SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO

Auditoria para avaliação da gestão do novo sistema de transporte público do coletivo.

140
O Relatório versa sobre a auditoria operacional realizada para avaliar a capacidade do governo local de gerir o novo sistema de transporte público coletivo, com vistas a subsidiar o Relatório Analítico e Parecer Prévio sobre as Contas de Governo de 2013 (Processo nº 31896/2013).

Sobre o Sumário

O planejamento urbano da Capital Federal obedeceu a uma concepção baseada no uso intensivo do transporte individual. Ademais, a ocupação territorial do DF foi marcada por áreas residenciais separadas por longas distâncias e com fortes vínculos com a área central da cidade, onde se concentram os órgãos governamentais federais e locais, os principais centros de negócios e compras, além de hospitais, universidades, escolas, etc.

O sistema viário urbano, condicionado pelo projeto urbanístico, caracterizou-se pela setorização de usos e atividades e foi dimensionado para atender a essas funções. Nesse contexto, a malha rodoviária assumiu relevante papel na conexão entre os núcleos residenciais, que envolvem inclusive municípios de outra unidade federativa, e a zona central do DF, com os chamados “corredores de transporte” nas principais vias internas das Regiões Administrativas e com a utilização de rodovias que passam pelo DF para atender ao transporte coletivo local.

  Clique aqui para acessar/baixar este Sumário

gesttransppub