52

A reunião entre Darcy Ribeiro e os ministros da composição pioneira do Tribunal de Contas do Distrito Federal, ocorrida nas dependências do TCDF, era a concretização de uma ideia que fora lançada ainda em 1959, quando Cyro dos Anjos e Victor Nunes Leal articularam junto ao então presidente Juscelino Kubitschek a criação da UnB.

Darcy Ribeiro, então servidor do Ministério da Educação, havia idealizado, junto com um grupo de professores e cientistas, uma universidade tão inovadora no plano cultural quanto era Brasília em termos de arquitetura e urbanismo. A concepção futurística da UnB obteve apoio de Cyro dos Anjos e Victor Nunes Leal, homens muito próximos a JK.

Cyro, que inclusive era subchefe de gabinete da Presidência na época, apresentou a ideia a Juscelino relembrando o epitáfio de Thomas Jefferson, escrito de próprio punho. No breve texto de sua lápide, o estadista americano omitiu ter sido presidente dos Estados Unidos, fazendo constar somente que havia fundado a Universidade de Virgínia. Foi o bastante para despertar em JK o interesse pela proposta de Darcy Ribeiro.

Assim, a mensagem que acompanhou o projeto da Universidade de Brasília foi assinada por JK na nova capital, no dia da sua inauguração, 21 de abril de 1960. Como membros do TCDF, Cyro dos Anjos e Victor Nunes Leal participaram da concretização do projeto. Exatos dois anos depois, a UnB foi inaugurada e, ainda em 1962, Darcy Ribeiro tornou-se ministro da Educação.